Receitas turísticas estão mil milhões de euros acima de 2015

Até Outubro, segundo dados do Banco de Portugal, as receitas turísticas ultrapassaram em cerca de mil milhões de euros as alcançadas no mesmo período de 2015. Para a secretária de Estado do Turismo a captação de novas rotas e operações turísticas e aumento da atractividade do destino estão na base destes resultados.

Em Outubro as receitas turísticas em Portugal aumentaram 16,8%, para 1,3 mil milhões de euros. Já no acumulado dos primeiros 10 meses foram atingidos os 11 mil milhões de euros, + 10,3% que no período homólogo, o que significa que foi ultrapassado em cerca de mil milhões de euros, o resultado obtido no mesmo período de 2015.

Dados hoje divulgados pelo Banco de Portugal confirmam ainda que os turistas estrangeiros estão a gastar cada vez mais em Portugal. Nos dez primeiros meses de 2016 os turistas deixaram diariamente no nosso país 36 milhões de euros, mais quatro milhões que em igual período do ano passado.

De destacar também o alargamento da actividade turística ao longo de todo o ano, já que Outubro, tradicionalmente um mês de menor actividade, foi o quarto melhor mês do ano. Até Outubro, Portugal registou mais 4 milhões de dormidas do que em 2015 e 50% deste crescimento verificou-se fora dos meses da época alta. Os aumentos abrangem todo o país, como ficou claro pelos últimos indicadores de actividade turística lançados pelo INE: Açores (+30%), Madeira (+20%), Alentejo (17%), Norte e Centro (+13%).

Para a secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho estes bons indicadores “resultam da forte aposta realizada na captação de novas rotas aéreas e operações turísticas ao longo do ano e no aumento atractividade do destino Portugal”. “Só este ano Portugal captou 64 novas operações aéreas, aumentando a oferta em 750 mil lugares, em particular fora da época alta. Ao mesmo tempo, apostámos em aumentar a atractividade do destino Portugal, diversificando produtos e dinamizando a oferta turística ao longo de todo o ano, nomeadamente através da captação de eventos”, sublinha.

Em nota difundida pela Secretaria de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho afirma que estas são apostas a manter em 2017, a par de um aumento da qualificação e valorização das pessoas que trabalham no turismo, da inovação e de uma promoção cada vez mais focada nos mercados internacionais. “Garantir que comunicamos directamente para cada um dos mercados está a permitir conquistar novos públicos, como são exemplo os EUA e a Polónia, onde crescemos 20% desde o início do ano, ou a Holanda, onde estamos a crescer perto de 13%. Estes números são o resultado do forte empenho e dedicação de todos os que trabalham no turismo”, afirma.

Além de estar a conquistar novos mercados, Portugal está ainda a conseguir registar crescimentos expressivos nos seus mercados tradicionais, como França (+17,9%), Reino Unido (+9,5%) e Espanha (+ 9,2%).