Reino Unido e Eurostar estudam serviço directo para Lisboa

Recentemente, a companhia de comboios de alta velocidade anunciou um novo serviço directo entre Londres e Amesterdão, por tarifas desde 35 libras. Agora fala-se na possibilidade da rede de serviços directos se expandir a outras capitais europeias, incluindo Lisboa.

De acordo com vários meios noticiosos do Reino Unido, a 4 de Fevereiro, o secretário de Estado dos Transportes, Grant Shapps, revelou que o Governo do Reino Unido está a ajudar a administração da Eurostar a lançar novos serviços, que levem passageiros a cidades europeias como Lisboa, Roma e Barcelona.

De momento, a juntar à ligação directa à capital dos Países Baixos, a Eurostar dispõe de serviços regulares a partir de Londres – St. Pancras para Paris, Bruxelas, Roterdão, Lyon, Marselha e Avignon. De momento, a rota mais longa da companhia liga Londres ao sul de França, numa viagem de 4 horas e 41 minutos.

Os novos serviços da Eurostar, a cruzar o continente europeu, podem levar até 11 horas e meia para Roma, ou 9 horas e meia no caso de Lisboa. Ainda não há informações disponíveis em relação a quando a empresa lançará estes novos serviços, mas fala-se também de possíveis ligações à Suíça, Áustria e Frankfurt, bem como, no futuro, à Europa de Leste.

No lançamento do novo serviço de ida e volta entre Londres e Amesterdão, Grant Shapps, afirmava que o Governo do Reino Unido está “totalmente comprometido em expandir as rotas ferroviárias – e a Eurostar também”. “Queremos ver ligações perfeitas, com redes continentais de alta velocidade a brilhar nos quadros de embarque”, concluiu.