Revive: Visabeira e Slicedays querem recuperar o Mosteiro de Santa Clara

As empresas Empreendimentos Turísticos Montebelo, que faz parte do universo do grupo Visabeira, com sede em Viseu, e da Slicedays, cadeia hotelaria com sede nos Açores, candidataram-se à concessão para exploração turística do Mosteiro de Santa Clara, em Vila do Conde, no âmbito do programa Revive.

O anúncio foi feito esta quinta-feira pela Câmara Municipal de Vila de Conde. Elisa Ferraz, citada pela Lusa mostrou-se “satisfeita com mais um passo dado” na recuperação do mais emblemático património da cidade. “Esperamos que o vencedor do concurso apresente uma proposta que devolva vida e dignidade ao mosteiro, através de uma utilização adequada”, completou a autarca.

As propostas de ambas empresas para o edifício, que foi integrado no programa Revive e que visa a recuperação e a valorização de monumentos e edifícios nacionais sem utilização, vão ser agora avaliadas pelas entidades competentes.

A concessão a atribuir para o Mosteiro de Santa Clara será por um prazo de 50 anos e obrigará a empresa vencedora a várias intervenções no edifício para a sua readaptação, mas sem poder mexer na sua traça original.

O Mosteiro de Santa Clara, que comemora  700 anos de existência, está na posse do Estado desde 1834, ano em que foram extintas as ordens religiosas, funcionando, posteriormente como reformatório e escola profissional. O edifício está sem utilização desde 2007, tendo sido sujeito a obras de manutenção em 2015, a cargo do município de Vila do Conde, mantendo-se como um dos mais icónicos monumentos do concelho da foz do Ave.