Ryanair: lucro aumenta 37% no primeiro semestre

O primeiro semestre da Ryanair, que decorre entre Abril e Setembro, apresentou um aumento de lucros em 37% atingindo 1,088M€, de onde se exclui o encaixe com a venda da sua participação na Aer Lingus (317,5 milhões de euros). O mesmo relatório revela ainda aumento das receitas, tráfego e taxa de ocupação.

No que às receitas diz respeito, a Ryanair apresenta um balanço positivo de 14%, atingindo os 4,040 milhões de euros contra 3,537M€ registados no período homólogo de 2014.

O tráfego aumentou 13%, para 58,1 milhões de passageiros, com uma taxa de ocupação a atingir os 93%, após subir quatro por cento.

O relatório apresenta ainda um aumento das tarifas médias em 2%, chegando agora aos 56€, e uma descida de 6% nos custos por unidade.

Para este Inverno a companhia de baixo custo prepara-se para abrir quatro novas bases (Berlim, Corfu, Gotemburgo e Milão) e 119 novas rotas, onde se incluem 4 voos diários na rota Dublin-Amesterdão, seis voos diários entre Colónia-Berlim, e três rotas para Eilat Ovda (Israel) desde Budapeste, Kaunas e Cracóvia.

Michael O’Leary, CEO da Ryanair disse em comunicado que a companhia “vai apresentar crescimento de dois dígitos em Portugal, Irlanda, Reino Unido, Espanha, Itália, Polónia, Alemanha e Dinamarca”.