São Tomé e Lisboa voltam a ter ligações directas

As ligações regulares directas entre Lisboa e São Tomé vão ser retomadas no próximo dia 3 de Julho pela companhia STP Airways, que opera com aviões da euroAtlantic.

A companhia aérea nacional de bandeira STP Airways,  de São Tomé e Príncipe,  vai retomar no próximo dia 3 de Julho as ligações regulares directas entre São Tomé e Príncipe e Portugal. Os voos vão ser operados com aeronaves da euroAtlantic airways em regime de code-share com uma frequência semanal, sextas-feiras. A companhia portuguesa é accionista e gestora da companhia nacional são-tomense.

Os voos da STP Airways, em code-share com a euroAtlantic, realizados em avião Boeing B767-300ER, têm partida de Lisboa às 06h00 da manhã de sexta-feira, chegando a São Tomé pelas 10h50 (hora local). No sentido inversos os voos saem de São Tomé às 13h25 para aterrarem em Lisboa às 20h35 (horas locais).

Os passageiros podem transportar duas malas de porão com 30Kg de bagagem, além de uma peça com 5Kg na cabine  (total 65Kg).

A retoma dos voos entre Portugal e São Tomé e Príncipe visa, segundo a companhia, apoiar o Governo de São Tomé, que também é accionista da STP Airways, nas acções de desconfinamento faseado da população são-tomense e o retomar das actividades económicas.

A STP alerta os seus clientes que até à descoberta de uma vacina para o novo Cornavirus, existem novos caminhos  para se viajar com segurança, regras que as companhias aéreas, estão obrigadas a adoptar. Assim, todos os passageiros dos voos STP a parir dos 4 anos de idade, são obrigados a apresentar um teste COVID-19 realizado 72 horas antes da partida e ao uso de máscara cirúrgica na aerogare e durante o voo, devendo possuir um stock que lhes permita a mudança ao fim de quatro horas. À chegada a São Tomé, os passageiros estão sujeitos a uma triagem térmica.