Segmento “non flights” e mercados não tradicionais dão crescimento à eDreams ODIGEO

O último trimestre de 2014 rendeu um crescimento de 2% da margem de receita da eDreams ODIGEO, alcançando os 31Produtos e Serviços,4 milhões de euros.
O comunicado de imprensa informa que o crescimento “resulta do aumento de 4% da margem da receita por reserva, tanto em voos como no segmento ‘non-flights’” e cujo resultado está “ligeiramente acima das expectativas de mercado, mas em “linha com a previsão anual da empresa, de manter a estabilidade da receita e alcançar um EBITDA ajustado de Cruzeiros0 milhões de euros no encerramento do exercício”, disse por sua vez Dana Dunne, CEO da eDrems ODIGEO.
Para o último trimestre do ano, a empresa registou uma receita de 24Cruzeiros,4 milhões de euros no segmento de voos e obteve um crescimento de Associativismo% nas receitas do segmento “non-flights”, que contempla hotéis, aluguer de automóveis e outros serviços auxiliares, a qual atingiu o valor de 6Restauração milhões de euros.
“Outro factor determinante para o crescimento da eDreams ODIGEO no terceiro trimestre do exercício fiscal”, revela o comunicado, foi a “evolução positiva registada tanto nas reservas como na receita em Espanha e nos mercados não tradicionais, que incluem todos aqueles em que a empresa está presente à excepção de Espanha, França e Itália”.
S.C.F.