“Só no ano passado é que chegámos ao mesmo número de turistas de 2007 e 2008” diz Gonçalo Rebelo de Almeida

“Recentemente o turismo em Portugal tem tido mais visibilidade, mas o País já dá cartas nesta área há muitos anos. De facto, é preciso ver que só no ano passado é que chegámos aos números de 2007 e 2008.”

O facto assinalado por Gonçalo Rebelo de Almeida, administrador do Grupo Vila Galé, foi tema de debate durante a II Conferência Portugal Atractivo – da Estratégia à Acção”, promovida esta quarta-feira pela plataforma Portugal Agora, no Pestana Cidadela, em Cascais.

Este evento analisou a atractividade e a marca “Portugal”, trazendo para discussão temáticas como os factores críticos para a captação de investimentos; drivers de turismo e forma de atrair competências internacionais, boa formação de talento; sofisticação da mobilidade rodoviária; infra-estrutura de TI; domínio de línguas; incentivos fiscais ao investimento; incentivos ao emprego; clima e segurança do país.

“Portugal Agora!” é um projecto que pretende promover uma visão para Portugal assente em três dimensões (Atractividade, Conhecimento, Empreendedorismo), gerando propostas concretas para políticas públicas ou iniciativas da sociedade civil, com o intuito de facilitar a passagem da estratégia à acção.

O projecto foi construído por um grupo de cidadãos (mais de 300 subscritores, que já constam no website www.portugalagora.com) que se disponibilizaram a promover uma plataforma para a concretização da visão referida. O seu objectivo é consolidar um conjunto de propostas de intervenção que possam ajudar a construir um Portugal Atractivo, um Portugal do Conhecimento e um Portugal Empreendedor e respectiva divulgação e discussão pública.