Solférias apresentou o produto para África a perto de 500 agentes de viagens

A Solférias formou perto de 500 agentes de viagens do Porto e de Lisboa no Roadshow África, que promoveu todos os destinos que o operador turístico trabalha naquele continente, numa operação que “está a correr bem ao nível de todos os destinos”, segundo Cláudia Caratão, directora de Produto e Contratação da Solférias.

No roadshow o operador turístico promoveu todos os destinos que trabalha em África, em voo regular e em operação especial charter, para épocas como o Verão, mas também a passagem de ano. “Já colocámos toda a programação de réveillon no mercado, Sal desde Lisboa e Porto e Boavista desde Lisboa”, explica Cláudia Caratão, sendo que “cada vez mais há procura antecipada e já com concretização de vendas”.

João Cruz, director de Produto e Qualidade, elucida que o operador turístico está a trabalhar uma infraestrutura que aposta em disponibilizar produto cada vez mais cedo. A nível de réveillon, “já temos bastantes vendas para os destinos que estamos a trabalhar”. Considera que a antecipação de disponibilidade da programação “é bom para o cliente, é bom para o mercado e para os fornecedores, que acabam por conseguir garantir as ocupações muito mais cedo”.

A nível de destinos africanos, “no caso de Cabo Verde as nossas operações estão a correr muito bem. Tanto os voos para a Ilha do Sal à parida de Lisboa, como à partida do Porto estão praticamente cheios, assim como o voo da Boavista”, afirma Cláudia Caratão, para acrescentar que o destino “está a surpreender sempre pela positiva”, sendo que “para além dos voos charter, vendemos uma grande quantidade de voos regulares, para além dos circuitos que também programamos”. “O número de passageiros e o número de vendas tem ainda crescido face ao ano anterior”, completa.

Ainda assim, “as coisas estão a correr bem ao nível de todos os destinos” e “as operações de risco estão a correr bem também, com maior antecipação de venda, o que também é muito positivo”. João Cruz remata que “Saidia está com uma procura muito boa. O quinto charter foi posto há pouco tempo no mercado, porque tínhamos os outros quatro quase cheios”. Tunísia também apresenta uma boa procura: “mais houvesse voos, mais haveria interesse”. Dá o exemplo do Porto-Monastir em Setembro, que se encontra cheio “há muito tempo”.

Novas apostas são a junção de praia e safari em destinos como África do Sul, Namíbia, Quénia e Moçambique, e a operação charter para o Egipto neste Verão 2019. “O Egipto está a correr muito bem”, atesta João Cruz, que continua: “o charter para Hurghada não chega a dois meses e temos mais de mil lugares vendidos. Ou seja, está a correr bastante bem para uma operação que foi lançada já tardiamente”.

O Roadshow África decorreu nos passados dias 17 e 18 de Junho, no Porto e em Lisboa, respectivamente. Contou com a presença de 60 agentes de viagens no Porto e 88 em Lisboa para a parte de formação e 220 agentes de viagens no Porto e 271 em Lisboa para o workshop e jantar. Este modelo de roadshow está englobado na nova estrutura de formação de agentes de viagens da Solférias, que divide o globo em três secções e foca-se numa formação mais técnica, seguida de um workshop e apresentação de parceiros. O Roadshow Ásia decorreu em Fevereiro e em Setembro surgirá o Roadshow Américas.