TAP continua processo de expansão e modernização

A companhia aérea portuguesa recebeu, em Lisboa, dois novos Airbus A330neo, ao final da tarde de sexta-feira. A frota de longo curso da TAP conta agora com 19 aviões deste modelo, que já realizaram 70% do total de horas de voo de longo curso da transportadora.

O A330neo incorpora a última geração de motores Rolls-Royce Trent 7000, altamente eficientes e uma nova asa de maior envergadura com optimização 3D e com novos sharklets, para proporcionar melhor desempenho aerodinâmico. Oferece uma viagem de elevado conforto, menor ruído e tecnologia mais avançada, incluindo um sistema de entretenimento e conectividade a bordo de última geração.

Nos últimos quatro anos, a TAP investiu na renovação e na modernização da sua frota. O investimento permitiu renovar as cabines dos aviões existentes com a colocação de novos assentos e a reconfiguração das classes para classe executiva, a inovadora EconomyXtra, que é uma classe económica melhorada, e a tradicional classe económica.

A renovação permitiu também criar uma nova marca, a TAP Express, para rotas regionais e domésticas substituindo a frota da Portugália. Foi renovada a frota de médio curso com aviões da nova geração da Airbus, e foi introduzido o A321LR, um avião de médio curso com capacidade para operar em rotas internacionais, beneficiando da localização do hub de Lisboa.

O investimento em equipamentos mais modernos, eficientes e confortáveis, permite à TAP aumentar a oferta e crescer para novos destinos. Actualmente, a frota de longo curso da companhia conta com 19 A330neo e sete A330ceo (geração anterior). Configura-se, assim, como a única empresa no mundo que conseguiu fazer um renovação de 70% da sua frota de longo curso para aviões de última geração em apenas um ano.

Na frota de médio curso, a TAP tem actualmente 56 aviões, em concreto 19 de última geração: sete A320neo, oito A321neo, quatro A321LR e 41 CEO. Nos últimos quatro anos, a frota da TAP cresceu de 75 para 107 aviões, um crescimento superior a 40%. Ao longo de 2020, receberá 10 novos aviões dos quatro modelos da Airbus: A320neo, A321neo, A321LR e A330neo. Até 2025 terá recebido 71 novos aviões, ficando com uma das frotas mais modernas do mundo.