TAP registou em 2019 novo recorde de passageiros transportados

De Janeiro a Dezembro de 2019 a TAP transportou 17 milhões de passageiros, mais 1,29 milhões que no ano anterior. O número alcançado, superior em 8,2% ao registado em 2018, permitiu à companhia estabelecer um novo recorde absoluto.

Em 2019, a TAP transportou um total de 17,05 milhões de passageiros, num crescimento de 8,2% face ao ano anterior. Para este resultado recorde contribuíram, sobretudo, os últimos meses do ano já que o primeiro trimestre tinha dado “sinais de abrandamento”, recorda a companhia em nota enviada esta terça-feira à imprensa. Na realidade, nos primeiros três meses do ano passado, o número de passageiros transportados pela TAP tinha registado uma quebra de 0,3% para 3,4 milhões.

Este foi, no entanto, o único período do ano em que a TAP transportou menos passageiros que nos períodos homólogos do ano anterior, já que no final do segundo semestre, o acumulado de 7,9 milhões de passageiros reflectia um crescimento de 4,8%. “Com um total acumulado de 13 milhões até final do terceiro trimestre, a recuperação do tráfego cresceu para 7,2% face ao período homólogo do ano antecedente. Esta tendência de recuperação e consolidação do crescimento culminou com estes dados bastante positivos do quarto e último trimestre do ano, que se traduzem no já referido crescimento anual de 8,2%”, sublinha a informação da companhia.

A TAP salienta, ainda, que o último mês do ano foi histórico para a empresa, tendo sido o melhor Dezembro de sempre em passageiros transportados: 1,3 milhões, +14% que no mesmo mês de 2018.

Renovação da frota, diversificação de rotas e mercados, bem como “práticas comerciais cada vez mais competitivas” são, segundo a companhia, as principais bases em que assenta o aumento de passageiros transportados em 2019, ano em que a companhia atingiu um load factor de 80,1%.