Termas de Portugal com sinais de retoma

De acordo com a Associação das Termas de Portugal, os espaços termais portugueses receberam mais 55% de clientes no primeiro trimestre de 2015 face ao período homólogo do ano passado.
Para Teresa Vieira, presidente da ATP – Associação das Termas de Portugal, o nosso país, “tem reunidas todas as condições para ser um dos principais destinos termais europeus”, tendo em conta que “foram feitos investimentos consideráveis no sector, há profissionais qualificados, boas vias de acesso e bons equipamentos”.
Tendo por base estes números, que “revelam que as termas portuguesas registam sinais de retoma evidentes”, as Termas de S. Pedro do Sul vão receber entre 25 e 2Produtos e Serviços de Junho, o VIII Congresso da Sociedade Portuguesa de Hidrologia Médica.
S.C.F.