Thomas Cook Group anuncia interesse da Fosun

A Thomas Cook Group anunciou, em comunicado, o interesse da Fosun International Limited em adquirir parte dos negócios do operador turístico britânico adiantando, no entanto, que este interesse pode não resultar “numa oferta final”.

Segundo uma notícia avançada pelo jornal “Público”, os chineses da Fosun já detêm 7,23% da Thomas Cook através da seguradora portuguesa Fidelidade, cujo capital é partilhado com a Caixa Geral de Depósitos, fazendo da mesma a maior accionista do operador turístico.

No mesmo comunicado, a Thomas Cook Group sublinha que “não há certeza que este interesse”, por parte da Fosun, “venha a resultar numa oferta formal”, no entanto, “o Conselho considerará qualquer potencial oferta juntamente com as outras opções estratégicas que possui, com o objectivo de maximizar o valor para todos os seus stakeholders”, adiantando ainda que a companhia “fará novos anúncios caso se justifique”.

Recorde-se que a Thomas Cook Group é um dos principais grupos de viagens de lazer do mundo, com vendas de cerca de 9,6 mil milhões de libras, no ano que encerrou a 30 de Setembro de 2018. Conta com 21 mil funcionários e possui 200 hotéis de marca própria, operando em 16 mercados, registando mais de 22 milhões de clientes anualmente.

Só no mercado britânico, o Grupo conta com 11 milhões de clientes, muitos dos quais escolhem o Algarve e a Madeira como destino de férias.