Três itinerários mostram arquitectura moderna de Lisboa

Entre 15 de Setembro e 31 de Outubro, o público terá a oportunidade de conhecer com mais detalhe a arquitectura moderna da capital portuguesa, em três itinerários.

O projecto MoMoWo – Women’s creativity since the Modern Movement, representado em Portugal pelo IADE, um dos seus sete parceiros internacionais, propõe um diferente modo de visitar Lisboa, dando a conhecer a herança cultural produzida por designers, arquitectas e engenheiras civis.

Os Cultural Touristic Itineraries – traçados por todos os parceiros do projecto, para cada cidade que lhes corresponde – estão disponíveis online e através do Google Maps, sendo depois distribuídos sob a forma de publicação impressa. Os percursos pela capital portuguesa estão integrados na “Exposição Itinerante – Travelling Exhibition” que inaugura em Lisboa no dia 15 de Setembro, na Fundação Portuguesa das Comunicações, que estará patente até 31 de Outubro, seguindo depois para Grenoble, Amesterdão, Liubliana e Turim.

Os três itinerários traçados para Lisboa, delineados por Maria Helena Souto, docente do IADE e responsável científica do projecto em Portugal, são uma oportunidade única e inédita para conhecer a arquitectura moderna da cidade de Lisboa, através de edifícios que tiveram intervenção de mulheres designers, arquitectas e engenheiras civis. Estes itinerários apresentam três percursos – “From the Downtown Lisbon to the Hills”; “From Santos to Belém”; e “Modern Lisbon” – destacando obras como o MUDE – Museu do Design e da Moda, o Palacete Ribeiro da Cunha, o Museu Nacional dos Coches, o anfiteatro da Fundação Calouste Gulbenkian, O Mar (painel de azulejos de Maria Keil) ou o Teatro Tália.