TUI e Thomas Cook compram mais em Portugal

Os maiores operadores turísticos europeus TUI e Thomas Cook confirmaram ter negociado capacidade extra para orientar os seus clientes para Portugal, Espanha, Turquia e Bulgária.

Em consequência da instabilidade criada pelo atentado na Tunísia e o risco da Grécia deixar a Zona Euro, e com as acções da TUI em bolsa terem caído 8% e da Thomas Cook 7%, os dois grupos reagiram imediatamente, orientando os seus turistas para outros destinos na Europa.

As agências de viagens relatam que os cancelamentos produziram-se não só em relação à Tunísia como também para outros países do Norte de África, enquanto para a Grécia não aconteceu como estava previsto. No entanto,

A duplicação do IVA nos hotéis gregos pode ter consequências negativas claras para o sector.

No entanto, a Thomas Cook estima que os acontecimentos na Tunísia e a instabilidade na Grécia tenham um impacto negativo de 35,5 milhões de euros nas suas receitas antes dos impostos para o conjunto do exercício de 2015.

C.M.