Turespaña prevê alteração na tendência de entrada de turistas em Espanha

Segundo as previsões da Turespaña, no terceiro trimestre deste ano vai verificar-se o abrandamento na chegada de turistas internacionais e no número de dormidas, mas as receitas vão continuar a crescer em Espanha. Portugal registará o maior crescimento como mercado emissor neste Verão, superior a 10%.

As previsões do mais recente “Informe prospectivo trimestral del turismo internacional hacia España” indicam uma alteração na tendência que se vem verificando, pelo menos no que diz respeito à entrada de turistas e número de dormidas. A nível da chegada de turistas internacionais as previsões são, em geral, positivas para a maioria dos mercados, mas reconhece que os sintomas de desaceleração observados nos meses anteriores estão consolidados em alguns países.

As receitas manter-se-ão bastante positivas, incluindo para os mercados que mostram uma tendência de abrandamento no número de turistas e dormidas. O relatório especifica que, embora os gastos realizados por estrangeiros se devam em parte ao aumento de preços, não houve um aumento de preços que justificasse a diferença entre o número de visitantes estrangeiros e as despesas efectuadas.

As previsões para o período entre Julho e Outubro mostram valores positivos em todos os indicadores, com um crescimento de 2,4% na entrada de turistas, de 5,3% nas receitas e de 1,1% nas dormidas. O Reino Unido e a Suíça são os únicos mercados a mostrar valores negativos, enquanto os Estados Unidos da América e restantes países do mundo mostram um crescimento notável de 11%. A Suíça é também o único mercado com uma quebra nos gastos, de -3,1%.

A nível dos principais mercados emissores para Espanha, por um lado o Reino Unido e França apresentam sintomas de mudança de ciclo há vários trimestres. A Alemanha mantém-se, mas com uma redução a nível das dormidas e dos gastos de turistas. Ao olhar para o final do ano a situação é incerta, com o crescimento das chegadas a ter vindo a desacelerar, especialmente deste Agosto de 2017. O relatório indica que se esta situação se mantiver, Espanha pode encontrar-se numa situação de estagnação. Não obstante, 2018 pode terminar com muito bons resultados para o turismo espanhol.