Turismo tem criado mais postos de trabalho nos Açores

Para Vítor Fraga, a dinâmica de crescimento que o turismo açoriano está a viver tem contribuído para que existam actualmente “mais Açorianos empregados e para que a taxa de desemprego seja a mais baixa dos últimos cinco anos”. O secretário Regional do Turismo e Transportes dos Açores falava, quinta-feira, na inauguração da Grande Rota das Flores.

“Estamos perante um sector que gera confiança junto dos nossos empresários, o que se reflecte nos muitos investimentos que vão surgindo em todas as ilhas”, afirmou o governante, salientando que, em 2012, existiam na Região 11.808 camas, enquanto hoje são 15.162 camas, o que significa um crescimento de mais 28%. Por outro lado, em 2012, existiam 117 empresas de animação turística e hoje há 298 empresas, o que representa um crescimento de 154%.

“Esta é também uma dinâmica bem presente nas Flores”, frisou, revelando que esta ilha passou de 443 camas em 2012 para 500 actualmente, enquanto as empresas de animação turística e marítimo-turística quase duplicaram no mesmo período, passando de cinco para nove.

Vítor Fraga falou também da aposta que tem sido feita na qualificação da oferta turística, nomeadamente em termos da rede de trilhos, salientando que hoje existem no arquipélago “mais de 80 trilhos” que somam mais de 800Km de extensão e abrangem todas as ilhas.
Os Açores possuem cinco Grandes Rotas, nas ilhas de Santa Maria, Graciosa, São Jorge, Faial e agora também nas Flores. A Grande Rota das Flores, inaugurada a 18 de Agosto, tem 46Km de extensão e, segundo Vítor Fraga, “possibilita um contacto directo com a natureza”, “potencia o desenvolvimento das economias locais de cada uma das freguesias” que atravessa e vai contribuir para “a valorização da experiência turística de todos aqueles que nos visitarem”.