Turismo de Portugal contrata 22 Técnicos Superiores

Os técnicos que estão em vias de ser contratados através de um concurso público que está já a passar a uma segunda fase, vão ter vínculo de “emprego público” e destinam-se a várias direcções e departamentos do TP.

A entrega de candidaturas ao concurso público realizou-se nos 10 dias úteis seguintes à publicação do aviso em Diário da República (Aviso 7549/2015 em Diário da República, 2.ª série — N.º 131 — 8 de Julho de 2015) e neste momento no site oficial do Turismo de Portugal estão já a ser publicadas as listas definitivas dos candidatos admitidos à segunda fase da selecção, e também dos excluídos.

Aberto a 8 de Julho, o procedimento concursal que começa já a passar à segunda fase de selecção dos candidatos, visa o “recrutamento de trabalhadores, com ou sem vínculo de emprego público” para “ocupação de vinte e dois postos de trabalho do mapa de pessoal do Instituto do Turismo de Portugal, I. P., da carreira e categoria de Técnico Superior, na modalidade de vínculo de emprego público, titulado por contrato de trabalho em funções públicas a termo resolutivo incerto”, segundo o Diário da República de 8 de Julho.

Com “Portugal 2020” a servir de início de referência, as 22 vagas para “Técnico Superior”, abrangem várias Direcções e Departamentos do TP, desde o Apoio ao Investimento à Direcção Jurídica, do Apoio à Venda com Controlo Estratégico.

O concurso foi autorizado pela Secretaria de Estado da Administração Pública que justificou a sua necessidade pela “inexistência de trabalhadores em situação de requalificação, cujo perfil se adequasse às características dos postos de trabalho em causa”.

Os procedimentos de selecção vão agora continuar para os candidatos aprovados, e integrarão, nomeadamente, a realização de entrevistas presenciais.