Turismo em destaque no Orçamento Participativo dos Açores

Com propostas em votação até 30 de Setembro, e as vencedoras a serem anunciadas em Outubro, a primeira edição do Orçamento Participativo dos Açores dá destaque a ideias em áreas como turismo de todas as nove ilhas.

A votos estão 154 propostas que passaram na avaliação técnica pelos departamentos com competências em diferentes áreas e que vão agora ser submetidas à apreciação da população e receber apoio do Governo Regional para a sua concretização, após a primeira fase em que os cidadãos foram convidados a apresentar antepropostas de projectos.

Dos projectos apresentados, de acordo com notícia da Lusa, 40 são da área de turismo: na ilha do Pico, uma das iniciativas define trilhos instalados em árvores, destinados à prática de actividades lúdicas e desportivas. O projecto pretende melhorar a oferta turística da ilha, com a criação de um percurso de nível médio/avançado.

Na ilha Terceira, a proposta “Os Lagos de Linho” pretende recuperar e preservar o sítio de Lagos, na freguesia de Santa Bárbara, onde noutros tempos se demolhava o linho. O projecto insere-se num esforço de recuperação da cultura do linho da ilha e prevê a criação das estruturas necessárias ao processo, bem como a construção de um mural de azulejos que ilustre esta fase da maceração do linho. A preservação do património cultural é outro tópico muito abordado.

O investimento alocado para o primeiro Orçamento Participativo dos Açores é de 600 mil euros, tendo o executivo regional anunciado já que poderá reforçar essa verba.