Turismo de Portugal criticado pelo Futebol Clube do Porto

Em causa está o roteiro escolhido para a visita do adepto francês Anthony Vizzacaro ao nosso país. Os dragões criticam que a visita se tenha centrado em Lisboa, mas acima de tudo, o que condenam mesmo é que o jovem tenha sido levado ao Estádio da Luz. “O jovem francês foi convidado a conhecer a capital do império e os seus arredores”, lê-se na newsletter difundida pelo Clube.

Num comentário intitulado “Para brincar com o nosso dinheiro”, além de criticar o facto de o adepto apenas ter visitado Lisboa, o que o FCP considera mesmo “inaceitável” é o facto de ele ter sido levado a conhecer “o estádio e o museu do Benfica, dentro daquela ideia muito lisboeta que o clube da Luz é uma espécie de Luís XIV do desporto”, lê-se na newsletter “Dragões Diário”.

O clube vai ainda mais longe na sua crítica ao considerar que “explicar aos néscios do Turismo de Portugal que o bom senso aconselharia a não misturar clubes numa coisa destas é uma perda de tempo” e ao deixar uma “sugestão a Luís Araújo”, presidente do TP: “que mude o nome para Turismo de Lisboa mas que seja financiado com o dinheiro dos impostos de quem beneficia das brilhantes acções de promoção do turismo da capital portuguesa”.

Recorde-se que Anthony Vizzacaro é o adepto francês que no final do Euro 2016 foi consolado por uma criança luso-descendente. As imagens tiveram grande impacto no nosso país e pouco depois o Turismo de Portugal encetava démarches para identificação do adepto francês e para o convidar a visitar Portugal.

A visita acabou mesmo por se efectuar e culminou com um encontro entre Anthony e Mathis, o menino que o consolou após a derrota de França frente a Portugal na final do Euro 2016.