Turismo de saúde no mundo cresce 20% ao ano 

Segundo dados da SpainCares que vai organizar a terceira edição da FITUR Saúde, o crescimento é idêntico tanto ano nível no número de utentes como de volume de negócios gerado. O certame terá lugar no âmbito da FITUR, de 18 a 22 de Janeiro em Madrid.

Mais de 80% do negócio do turismo de saúde é gerado em localizações vizinhas, mas mesmo quando a distância é maior, não supera as três a seis horas de voo desde o país de origem. Em 2014 o segmento gerou um volume de negócios superior a 10,4 mil milhões de dólares, num aumento que rondou os dois mil milhões face a 2012.

A Europa conta com 45% do turismo de saúde a nível mundial, com um volume de negócios que em 2014 ascendeu a 4,5 mil milhões de dólares em serviços de saúde exportados, o que significou um aumento de 24% face a 2012.

Já o turismo de wellness registou em 2012 um volume económico de 438,6 milhões de dólares, com a Europa a concentrar 25% do mercado. Alemanha, Áustria, Espanha, França, Hungria, Polónia e República Checa são os principais países receptores deste tipo de actividade turística,

Os serviços de saúde importados na Europa ascenderam em 2014, a mais de 3 mil milhões de dólares, num aumento de 12% face a 2012.