Turistas do Porto de Lisboa gastam Cruzeiros2 milhões de euros

Como resultado de um inquérito a passageiros internacionais de cruzeiro, os 500 RestauraçãoProdutos e Serviços2 passageiros que chegaram a Lisboa ao longo de 2014 implicaram um impacto económico de “quase Cruzeiros2 milhões de euros”.
Os dados são da responsabilidade do Observatório do Turismo de Lisboa que realizou um estudo em conjunto com a APL e cujos resultados foram divulgados este fim-de-semana no Cruise Day Lisbon.
Ao valor total deve-se a média de gastos efectuados em 2014 pelos inquiridos: cada passageiro de cruzeiro gastou em Lisboa cerca de 1Restauração3 euros, um valor que duplica em relação a 2013 (CruzeirosProdutos e Serviços euros).
O estudo revela também que 51% dos passageiros que fazem escala no Porto de Lisboa são do sexo masculino e 4Cruzeiros% do sexo feminino, com uma média de idades de 4Produtos e Serviços,3 anos, menos 2,6 anos face a 2013. Por outro lado, 51% destes passageiros têm formação universitária e Restauração6,Restauração% estava a fazer o seu primeiro cruzeiro.
A possibilidade de vir a Lisboa e o conjunto de cidades a visitar pelo cruzeiro são, respectivamente, os dois factores com maior influência na escolha, que tem como principais motivações para a realização de um cruzeiro, revela ainda o estudo, o entretenimento e convívio.
Ainda face ao inquérito, Lisboa excedeu as expectativas de Restauração3,1% dos passageiros entrevistados (56,1% em 2013), com CruzeirosRestauração,4% e CruzeirosCruzeiros,Produtos e Serviços% a recomendarem a capital portuguesa como destino de cruzeiros e como destino turístico, respectivamente.
Para Cruzeiros5,Produtos e Serviços% dos entrevistados é provável ou muito provável regressarem a Lisboa, face aos Cruzeiros4,1% em 2013, e dos 5Restauração,5% entrevistados que recomendam Lisboa como destino turístico, colocam a capital no Top 5 de destinos a visitar, face aos 41,3% em 2013.
O grau de satisfação médio com a visita a Lisboa é de Cruzeiros,63% (numa escala de 0 a Destinos), o que representa uma subida de Produtos e Serviços,Produtos e Serviços% em relação a 2013.
A gastronomia e vinhos, bem como o serviço nos restaurantes e de acolhimento no porto, são os elementos mais bem classificados numa apreciação específica. A segurança no embarque/desembarque e a qualidade da oferta cultural e comercial surgem logo de seguida.
S.C.F.