Turistas preferem viajar dentro do seu próprio país no Verão 2020

O estudo “Future of Travel” da Europ Assistance revela que a maioria dos viajantes de 11 países de todo o mundo opta por fazer férias mais perto de casa este Verão, mostrando-se confiantes para marcar viagens para outros países em 2021.

Do total, 60% dos inquiridos planeia “ir para fora cá dentro” no Verão 2020, com 81% a esperar fazer pelo menos ainda uma viagem em 2020 e 35% a ter já marcado férias de Verão. A vontade de viajar dentro do próprio país verifica-se para os meses de Outono (52%) e Inverno (54%), mas cai quase para metade nas intenções para 2021, com um total de 31%.

O “Future of Travel” releva que muitos dos viajantes indicaram esperar voltar aos seus hábitos de viagem pré-Covid, com viagens de avião para o estrangeiro, no início de 2021 (19%), com 6% a afirmar que farão uma viagem para fora do país a curto prazo, 14% a planear o mesmo para o Outono e outros 14% para o Inverno.

Relativamente aos planos para este Verão, 36% afirma pretender tirar uma semana para fazer férias de praia como primeira viagem pós-confinamento. Dos inquiridos, 74% indica que para chegar ao seu destino viajará de carro (alugado ou próprio) e 61% optará por ficar em alojamento local ou pequenos hotéis, numa tentativa de manter o distanciamento social.

Relativamente a preocupações com viagens, 36% revela medo no agravamento da pandemia durante a viagem, 28% receia não poder envolver os seus hobbies de viagens e turismo devido à Covid-19, e 27% teme ter de ficar em quarentena no estrangeiro. Como comportamentos de prevenção, 79% aponta o prescindir de viagens para certos países, 77% evitar lugares com muita gente e 76% permanecer no próprio país.

A queda nas taxas de infecção (54%), um comunicado oficial do Governo (25%) e a reabertura de hotéis, bares e restaurantes (25%) são os três principais factores que mais tranquilizam os viajantes. Ainda assim, revela-se um aumento na intenção de aquisição de seguro de viagem, com um crescimento de 48% para 54%.

O estudo “Future of Travel” da Europ Assistance foi realizado pela IPSOS, entre 5 e 26 de Junho, através de um inquérito online com 11.000 indivíduos, com amostras nacionais representativas de 1.000 pessoas por país. Os participantes são oriundos de países na Europa (França, Alemanha, Áustria, Bélgica, Espanha, Itália, Polónia e Reino Unido), na Ásia (China e Tailândia), e nos EUA.