Turisver dignifica o sector e recebe dele reconhecimento, considerou José Luís Elias na comemoração dos 30 anos da Turisver

No evento comemorativo dos 30 anos de publicação da Turisver, José Luís Elias sublinhou o facto de, ao longo destas três décadas, a Turisver se ter mostrado “um projecto editorial resiliente, que cresceu e se afirmou no quadro das publicações especializadas em Portugal”.

Numa intervenção em que traçou, em linhas gerais, o percurso da Turisver desde a publicação da sua primeira edição, então em formato de jornal, a 4 de Dezembro de 1985 até aos dias de hoje, José Luís Elias afirmou que ao longo destes anos, a Turisver “construiu o seu caminho acompanhando o desenvolvimento da actividade económica do turismo, em Portugal e no mundo, de uma forma profissional, o que dignificou o sector e, por isso, obteve deste o reconhecimento da sua valia”.

José Luís Elias falou de bons e maus momentos, de momentos favoráveis e de momentos de crise para deixar claro que a Turisver, a exemplo do Turismo e das empresas do sector, tem conseguido ser resiliente, inovando e reinventando-se quando necessário, para prosseguir a sua caminhada com confiança.

O nosso director destacou ainda que a Turisver elegeu este ano para “uma maior aproximação com “os rostos do turismo”, com as pessoas que fazem deste sector o mais importante da economia portuguesa”, justificando assim a entrega de distinções a 30 individualidades e duas distinções, pelo seu contributo para o desenvolvimento da actividade turística em Portugal (ler outra notícia).

A terminar, agradeceu ao Grupo Nau Hotels & Resorts que recebeu a festa da Turisver no Hotel Palácio do Governador, em Belém, bem como aos patrocinadores, Amadeus e Parcela Já.  Proferiu também uma palavra de agradecimento à gráfica MX3 que acompanha a Turisver quase desde o início.

  • Leia a reportagem na próxima edição da Turisver