Turkish Airlines actualizou condições para alteração de bilhetes

Face ao avanço da pandemia do Covid-19, a companhia aérea turca, Turkish Airlines, actualizou as condições para alteração de bilhetes.

Assim, de acordo com as informações avançadas pela companhia, para bilhetes emitidos antes de 31 de Março,  independentemente do destino da sua rede e do tipo de tarifa, incluindo os bilhetes que não permitem alterações, “a primeira alteração será gratuita, desde que os segmentos sejam cancelados até 31 de Maio de 2020”.

Esta medida aplica-se a bilhetes emitidos até 31 de Março e reservas com voos até 31 e Dezembro, tendo a nova viagem que ser completada até 28 Fevereiro 2021 (inclusive). Na primeira alteração de data ou rota não será cobrada taxa, embora sejam cobradas as diferenças tarifárias ou de taxas existentes.

A companhia adianta que “o cancelamento dos segmentos terá de ser feito até 31 de Maio ou antes do voo original (o que ocorrer primeiro) ” sendo que no caso de a reserva não ser cancelada antes do voo original, “será considerado “no-show” e, consequentemente, as alterações deverão respeitar as regras originais do bilhete”.

A Turkish Airlines explica, também, que não há data limite para proceder à emissão do novo bilhete, contudo, a validade do mesmo deverá ser respeitada. Assim, os bilhetes não voados têm validade de 1 ano após a data de emissão; os bilhetes parcialmente voados têm validade de 1 ano após o primeiro voo, sendo condição válida que o regresso seja até 28 Fevereiro 2021 (inclusive). Acresce que “nas situações em que o Minimum/Maximum Stay não seja cumprido, a diferença tarifária não será cobrada”.

Já para os bilhetes emitidos até 12 de Março (inclusive), a alteração de datas e rotas poderá ser realizada sem diferença de tarifa, desde que o novo destino seja na mesma área IATA, na mesma cabine e que os bilhetes sejam reemitidos e voados até 31 de Maio 2020. Nos bilhetes com voos de Interline e onde a Turkish Airlines é a marketing carrier, as alterações deverão respeitar a regra da tarifa original.

Por fim, no caso de bilhetes emitidos até 5 de Março e com voos entre 5 e 12 de Março, em que tenha ocorrido o no-show, podem proceder à alteração sem cobrança da taxa de no-show ou penalidade por alteração.

Mais informações em https://www.turkishairlines.com/en-pt/zero-change-fee/