Universidade Portucalense desenvolve projecto para Turismo Sem Barreiras em Portugal

A Universidade Portucalense, no Porto, vai debater no próximo dia 28 de Junho, durante o seminário “Território(s), Património(s) e Turismo Acessíveis”, um projecto de investigação que tem vindo a desenvolver e que avalia os impactos do turismo religioso e do turismo acessível nos Caminhos de Santiago, para implementar em Portugal um Turismo Sem Barreiras.

O seminário, que terá lugar nas instalações daquele estabelecimento de ensino, entre as 14h00 e as 18h00, contará com a participação de vários especialistas nacionais, os quais se irão focar nas actuais condições de acessibilidade do património nacional.

“Este projecto visa impulsionar um turismo sem barreiras e acessível a todos aqueles que possam apresentar temporariamente ou permanentemente limitações de mobilidade, de audição, de visão, cognitivas, intelectuais ou psicossociais, pessoas mais velhas ou com deficiência temporária”, explica Fátima Silva, docente da UPT, enquanto o Centro de Investigação REMIT, responsável pelo projecto, defende que é fundamental definir soluções no sentido de melhorar o turismo inclusivo, para que a acessibilidade aos mais diversos níveis se torne uma realidade.