Valpaços investe 2M€ para potenciar turismo de natureza

O projecto inclui uma ecovia de 60Km, em resultado de uma parceria com a National Geographic, passadiços, novas praias fluviais e pontos de pesca, além de um percurso pedestre nos Caminhos de Santiago.

Potenciar o turismo de natureza e atrair um maior número de visitantes é o objectivo do investimento de cerca de 2 milhões de euros que está a ser levado a cabo pela Câmara Municipal de Valpaços (distrito de Vila Real, Trás-os-Montes) para dar vida a um projecto que deverá ficar concluído no próximo ano.

Em declarações à agência Lusa, o presidente da Câmara de Valpaços, Amílcar Almeida, sublinha a vontade de “atrair mais visitantes, mostrando aquilo que o concelho tem de diferenciador e aliando o turismo de natureza com o gastronómico”. Os resultados, ainda ténues, já começam a fazer-se sentir, com o autarca a adiantar que nesta fase de desconfinamento, após a crise pandémica, “a ecovia já traz, diariamente, gente ao concelho”. O projecto resultou de uma parceria com a Nacional Geographic e envolveu uma equipa multidisciplinar, desde biólogos, engenheiros, ornitólogos, geólogos e arqueólogos.

No âmbito do projecto em curso, inclui-se a Grande Rota do Rabaçal que vai contar com 3 percursos, e a praia fluvial do mesmo nome. De acordo com o autarca, vão ser melhorados os acessos a esta praia fluvial de modo a que possa tornar-se acessível a pessoas com mobilidade reduzida, graças a um investimento que rondará os 800 mil euros e que vai incluir a construção de passadiços, a instalação de balneários e de um centro interpretativo da ecovia.

Também no rio Rabaçal, mais concretamente na zona da localidade Rio Torto, vai ser criada uma outra praia fluvial e instalados mais “70 a 80 pesqueiros”, num projecto de cerca de 400 mil euros. Já em Carrazedo de Montenegro serão investidos 300 mil euros na praia fluvial da Ribeira da Fraga, onde será instalada uma plataforma e construídos passadiços em madeira que permitirão o acesso à área balnear através dos penhascos.