VRSA cria Conselho Estratégico para gerir turismo

A Câmara de Vila Real de Santo António (VRSA) acaba de constituir um Conselho Estratégico que vai gerir o turismo do município. A nova estrutura decorre do anúncio de implementação da taxa turística municipal, cuja aplicação prevê a criação de um fundo para a gestão das receitas obtidas.

O Conselho Estratégico Municipal Turístico, criado ao abrigo de um memorando de entendimento assinado entre a Câmara Municipal e os hoteleiros e agentes imobiliários do concelho, tem como metas o desenvolvimento sustentável de VRSA em termos de qualidade, competitividade e diferenciação turística.

“A receita da taxa vai ser reinvestida no sector através de criação de um fundo que permita a animação e a promoção turística, bem como a realização de alguns eventos, que deverão ser auto-sustentáveis”, garantiu o presidente da Câmara de Vila Real de Santo António, Luís Gomes, para acrescentar que este conselho irá permitir que “o município decida, em conjunto com os hoteleiros, onde reinvestir esse dinheiro”.

De forma a salvaguardar os compromissos já assumidos entre as unidades turísticas e os operadores, a taxa só será cobrada a partir do dia 1 de Janeiro de 2017. Por outro lado, o valor da taxa turística (1 euro) a aplicar em unidades hoteleiras e de alojamento local será reduzido em 50% (ficando em 0,50 cêntimos) para os hóspedes maiores de 60 anos, no período de época baixa, entre 30 de Outubro e 31 de Março, de forma a não prejudicar as unidades durante o Inverno.