WTTC esboça o que será a “nova realidade” do turismo

O documento “Viajar no Novo Normal” integra os planos do Conselho Mundial das Viagens e Turismo para uma retoma coordenada da actividade turística, à medida que os destinos começam a levantar as suas restrições, incluindo novos padrões e protocolos, que mostram um caminho responsável para a recuperação do sector.

O WTTC fala novamente da importância da colaboração entre os sectores público e privado no desenvolvimento de protocolos de segurança e saúde que formatarão o futuro das experiências de viagem. Gloria Guevara, presidente e CEO do WTTC, relembra que “é vital para a sobrevivência das viagens e turismo que trabalhemos em conjunto no desenho do caminho para a recuperação, através de acções coordenadas e assegurando aos viajantes que é seguro começar a viajar novamente”.

“Um recomeçar rápido e eficaz das viagens só vai acontecer se os governos à volta do mundo concordarem com conjunto de protocolos de saúde comuns, desenvolvidos pelo sector privado”, assevera a responsável. Assim, o WTTC, em conjunto com diversas associações do sector, tem vindo a delinear o conjunto de medidas “Viajar no Novo Normal” com directrizes para a retoma global da actividade turística.

Os protocolos que têm sido desenvolvidos com base na experiência inicial de recuperação na China, estão a ser partilhados com governos a nível global, para que haja uma abordagem coordenada ao regresso às viagens no mundo Covid-19. Nos últimos dois meses a capacidade nos voos domésticos na China recuperou em 30%. O tráfego aéreo doméstico foi também retomado em outros países do continente asiático, como o Vietname.

Para acelerar a recuperação global do sector das viagens e turismo, o WTTC continua a trabalhar em conjunto com o G20, União Europeia e organizações internacionais e governos em todo o mundo, para ajudar a traduzir estes novos protocolos e segurança e a eficaz adopção destas políticas pelos países que se juntem às directrizes globais.