YOTEL abre no Porto em 2019

A cidade do Porto vai receber no próximo ano, aquela que será a primeira unidade hoteleira YOTEL da Península Ibérica, num investimento de 30 milhões de euros. Situado na Rua de Gonçalo Cristóvão, perto da Trindade, o YOTEL, cujo modelo será idêntico ao existente em Nova Iorque e Singapura, contará com 147 quartos, todos com uma SmartBed , a cama ajustável exclusiva da marca hoteleira.

Concebido em função das necessidades dos hóspedes, o YOTEL integra os elementos essenciais dos hotéis de luxo em espaços menores e com design inteligente, onde a acessibilidade é chave – com Wi-Fi, amplo acesso a pontos de carregamento e energia em cabines e espaços públicos. A entrada é feita sem chave e as chegadas e partidas podem ser feitas em quiosques de auto atendimento de fácil acesso.

Os generosos espaços abertos projectados para o YOTEL Porto são ideais para trabalhar, mas também para descontrair.

Com acesso a um ginásio aberto 24 horas por dia, 7 dias por semana, o YOTEL Porto conta ainda com espaços para comer, beber e trabalhar em conjunto. De destacar ainda o sky bar e o rooftop, cuja vista sobre a cidade é uma mais-valia para hóspedes e visitantes.

Hubert Viriot, CEO do YOTEL, mostrou-se muito entusiasmado com a abertura deste “primeiro hotel em Portugal”, reforçando que o Porto “tem tradições portuguesas muito típicas, que gostamos e respeitamos”. O mesmo responsável recordou ainda que o mercado hoteleiro do Porto “cresceu cerca de dois dígitos durante três anos consecutivos, demonstrando força e capacidade para atrair uma procura cada vez maior”, facto que se junta também ao “crescimento económico da região, as novas rotas aéreas e os inúmeros eventos internacionais que vão receber e que irão contribuir para que a região continue este desenvolvimento”.

O CEO sublinha que “como marca de tecnologia, o YOTEL Porto oferecerá um valor extraordinário e design inovador num mercado dominado por hotéis tradicionais, longe das necessidades e exigências dos viajantes modernos”.
Por seu lado, Carlos leal, director geral da United Investments Portugal, proprietários do hotel, mostrou-se orgulhoso em trazer “a marca pioneira para a Península Ibérica, em particular para Portugal e para o Porto. O luxo, inovador e acessível, do YOTEL combina perfeitamente com o tipo de procura que a cidade tem. O desenvolvimento do YOTEL aqui irá contribuir para a vitalidade e crescente popularidade da cidade invicta”.

Em análise estão novos hotéis da marca YOTEL na Península Ibérica, nomeadamente em Lisboa, Madrid e Barcelona.

Recorde-se que actualmente o YOTEL detém quatro hotéis de aeroporto sob a marca YOTELAIR nos aeroportos de Londres Gatwick, Londres Heathrow, Amesterdão Schiphol e Paris, Charles de Gaulle; e três hotéis de cidade em Nova Iorque, Boston e Singapura.